quinta-feira, 29 de agosto de 2013

A teoria da batata frita

Outro dia, tomando um cafézinho no balcão de um café parisiense, ouvi a seguinte teoria.
Ou talvez seja um fato observado localmente.

O atendente do café falava com um cliente sentado no bar, esperando sua porção de batatas fritas.

Os jovens, tipo adolescentes, aquelas pessoas de uns 20 anos, colocam ketchup na batata frita.
As pessoas de 30, colocam mostarda.
Aos 40 mais ou menos, eles colocam maionese.
E depois, não colocam nada, degustam a batata frita natural, só com sal.

Para vocês confere? Para mim não. Cresci colocando ketchup, vou até o final da minha vida colocando ketchup. Deveria estar na maionese.

2 comentários:

Ana disse...

Oi, Juh!

Cheguei no seu blog pelo mundo pequeno. Muito legal ler sobre os seus relatos!

Olha, não acho que confere não isso aí. Eu como batata sem nada, ou então com os molhos que tem no Nord-Pas-de-Calais. Não gosto de ketchup. Meu namorado também só come com maionese. Talvez ele seja precoce? haha.

Beijos!

Croissant Land disse...

Ana

E' isso, eu tb fiquei bloqueada nos 20 e pouquinhos... mas fui precoce porque comecei antes dos 20!

Obrigada pela visita (e mil descupas pela demora pelo retorno do comentario).

Bjs