quinta-feira, 19 de julho de 2007

Homem é tudo igual em qualquer lugar do mundo...

Pois sim.
Semana passada, organizei uma sessão de formação para uma irlandesa: Como aprender a colocar em dia o seu site internet (com a nossa ferramenta de content management system).
Pouco importa o asusnto.
O que importa aqui é: a mocinha, uma jovem 25-30 anos, morena, olhos verdes, belo busto, belas pernas, sorridente, causou furor aqui no departamento de informática onde trabalho.
Imaginem, um serviço 95% masculino (somos 7 mulheres num serviço de trocentas mil pessoas) e uma mocinha dessas passeando no corredor o dia todo.
Pois é.
O povo queria saber como ela se chamava - eu passei a info para meus colegas de sala. Somos 3 mulheres e 1 homem na mesma sala. O homem passou a informação para o povo do open space.
Até aí tudo bem.
O mais engraçado: nosso chefão do departamento de informática, estava em reunião o dia todo e não a viu. Ontem almoçamos, um grupinho de 6 pessoas, e ele, o chefão disse, mas quando é assim tem que apresentar à todo mundo do serviço.
Ha-ha, sei.
O pior disso tudo.
O semi-deus, diretor geral do grupo na Europa e no mundo, ligou para minha chefa hoje para falar bobagem (em geral ele liga para dar bronca) e... para comentar que uma irlandesa avião passou o dias nos nossos locais e que foi uma pena, ele não foi apresentado à mocinha.
Minha chefa diz que ele poderá ter uma nova oportunidade de conhecê-la porque ela voltará para passar o dia comigo no final do mês de agosto. Ele riu e ficou por isso mesmo.
Quando ela desligou deliramos que a irlandesa deverá vir para cá uma semana antes do dia da formação para que ela tenha tempo de ser apresentada a todo mundo (somos mais ou menos 1000 pessoas em 2 prédios), em bairros diferentes.
Homem é tudo igual, mesmo.

Um comentário:

SophieStickee disse...

Eita, que secura é essa? kkkkkkk
So sendo homem mesmo, viu?

(vamos ver se meu comentàrio passa)

Tereza (BXL)