domingo, 23 de março de 2014

Eleiçoes municipais #Paris

Hoje é dia de eleiçoes municipais na França, primeiro turno para eleiçao do novo prefeito.

Nao creio que o voto deva ser obrigatorio. Mas todas as pessoas tem o dever e a obrigaçao de ir votar : é um direito que foi adquirido com muita dificuldade ha' pouco tempo atras.
No Brasil e na França.

Tendo o direito de votar aqui na França, sempre vou cumprir minha obrigaçao. Quando nao posso faço uma procuraçao, que é um porcesso "engraçado" : vamos uma vez identificada a pessoa que vai votar para vc, vamos na delegacia e preenchemos uma declaraçao. Depois entregamos o papel à pessoa que nos representara' e esta' tudo dez.

C JN
Fizemos assim para as eleiçoes presidencias, nao estariamos aqui no 2° turno, e como os partidos sao super bem espertos e organizados, vc pode entrar em contato com a seçao eleitoral do seu bairro, que te coloca em contato com pessoas do mesmo bairro que podem ir votar para você. Nao precisa nem ser afiliado ao partido para beneficiar deste serviço.
Como somos um casal, nesta ocasiao, encontraram um casal que foi votar para nos.

Hoje, eu estava pronta, titulo de eleito e carteira de identidade na mao.
Fomos à feira, fizemos as comrpinhas basicas do domingo e fomos votar.


Uma particularidade de Paris, Lyon e Marselha : estas cidades tem arrondissements. Cada arrondissement tem um prefeito. Votamos para o prefeito e os conselheiros do nosso bairro, e depois eles escolhem o prefeito da cidade. Nestas três cidades o prefeito é eleito de maneira indireta.

C JN
 Na semana que antecede as eleiçoes todo eleitor devidamente inscrito nas listas eleitorais recebe pelo correio os folhetos de propaganda eleitoral dos candidatos do nosso bairro.
De todos os candidatos.
Como somos dois eleitores em casa, recebemos em dobro. Em cada envio os folhetos as vezes ja vem em dobro, um panfleto com a foto e um blabla, um outro sem a foto, como os nomes dos candidatos da lista.
Em geral eles aparecem associados ao candidato à prefeitura de Paris. As vezes, eles dao uma maior importância à sua candidatura local, e o candidato à pefeitura de Paris aparece no verso de um dos panfletos.

No meu bairro, é o mesmo prefeito desde 2008. Ha' pouco tempo atras o vi na feira um domingo. Nao parei para falar com ele pois nao é o candidatoo dapar ao qual eu votei nem votarei. Ele, esta' de cabeça pra baixo na mminha imagem, nem coloca a candidara de seu partido na frente do seu panfleto. Procurei a mesma até acha-la.

C Metronews Paris
Sao 6 canditatos à prefeitura de Paris, 3 homens e três mulheres. Mais equilibrado nao poderia ser (artigo em fr aqui).
Mas os favoritos sao favoritas, as duas da linha de cima da foto ao lado, uma candidata da esquerda socialista, Anne Hidalgo, mesmo partido do presidente François Hollande, e uma da direita, Nathalie Kosciusko-Morizet ou NKM, do partido do ex-presidente Nicolas Sarkozy.
Segundo as pesquisas de opiniao é a Hidalgo que ganhara. Mas enquanto nao saem os resultados, aguardemos.

O que espero sinceramente é que a proporçao de abstençao nao seja tao grande.
Consciência politica.

Final de semana que vem nao estaremos em Paris. Se houver segundo turno no meu bairro farei uma procuraçao. Nao deve haver, meu bairro é super conservador, nas ultimas eleiçoes nao houve segundo turno aqui.

Resultado à partir das 20h hoje, quando os postos eleitorais fecham em Paris.

Um comentário:

bruna bertin disse...

Oi Jussara! Tudo bem?
Eu mandei pra você um e-mail referente a um trabalho de conclusão de curso no Brasil, pedindo uma ajuda :) Minha pesquisa é sobre mulheres brasileiras que construíram a carreira no exterior e eu queria ver se você me ajudaria respondendo a uma entrevista/questionário sobre a sua experiência morando e trabalhando fora do Brasil. Agradeço muito se puder me ajudar :)
Muuuito obrigada!!! Abraços, Bruna Bertin (brunabertin@gmail.com)