domingo, 13 de agosto de 2006

Nossa, que pedaço de homi!

Outro dia um amigo do Namoradô veio aqui em casa papear conosco. Que pedaço de homi, mas não vou apresentá-lo para nenhuma amiga solteira, não. Não quero ser responsável por nada que possa vir aa contecer! A não ser que seja uma daquelas amigas que adoram brincar com fogo.
Como assim?
Bom, na realidade eu conheço este rapaz antes de ter encontrado Namoradô.
Vocês diriam: pare aí, que história é essa?
Nada mais simples!

Eu tenho uma amiga que é amiga dos dois, eu a conheci primeiro, quando eu já a conhecia. Ela conheceu os dois ao mesmo tempo (e outras pessoas: são colegas de faculdade dela). Foi na casa dela numa festa que conheci Namoradô há algum tempo. Ela via esse outro rapaz e umas outras pessaos da turma dela mais vezes que namoradô, ele era (e é) meio na dele, então eu tive a oportunidade de vê-lo mais vezes antes de conhecer meu moçoilo querido pois nos íamos às mesmas festinhas na casa dela.
Hoje em dia até rimos muito sobre este fato pois o tal rapaz afirma que foi ele quem nos apresentou. O que não pode ser afirmado pois ele nunca fez nada para nos apresentar. Estávamos todos na mesma festa uma vez na casa de A. a amiga há alguns anos, e eu conheci Namoradô sozinha, perto da mesa do bufê: eu tinha feito uns litros de batida de framboesa e papo vai papo vem com Namoradô, e uns meses depois começamos a namorar e estams aí até hoje.

Mas o assunto do post não é esse. O assunto é o menino, chamado S. E só posso escrever este post em português pois se escrever no blog em francês algum dos franceses que conheço pode vir a ler, e depois o menino vai se sentir o máximo, mais do que ele já se sente!! Oxente!

S. é um belo pedaço de mau caminho: 31 anos, solteiro, bem apessoado, simpatiquíssimo, físico de esportista - ele joga hóquei no gelo -, aquele tórax maravilhindo de musculoso (imaginem: o dia estava quente, o moço estava de camiseta branca marromenos colando no corpo, e no meio da conversa se espriguiçou na nossa frente. ai meus sais), braços cheios de músculos também (não sei como são as pernas: só o vi de calça comprida, e como ele não usa calça apertada, não deu para conferir direito, nem o bumbum hehehe). Ele não é um cara bonito galã de cinema, mas tem aquela cara de menino sapeca (no limite do safado legal, se é que um safado pode ser legal, depende da intensidade e grau de safadeza, não é?) e além de tudo te olha com aquele olhar "estou tirando a sua roupa neste momento" nossa, que calor! Isto mesmo se a conversa é algo como a taxa de inflação do Afeganistão ou a guerra no Iraque. Esse olhar quente, digo caliente, é o natural dele. Quando ele paquera é pior ainda e compreendo que as meninas não resistam.

A. também tem essa opinião, que esse olhar dele é uma coisa. E também tem pena das meninas que caem na conversa dele.
Ele sabe que é assim, que tem esse quê que atrai a atenção das meninas e se aproveita muito disso. Eu e A. não corremos nenhum risco pois o tipo dele é mulher daquele estilo manequim-top-model-Gisele-aquela-mesma-que-você-está-pensando-junto-com-o-Leonardo, alta, bem magra, quase pele sobre osso, de preferência loira e de busto (bem) avantajado. Estou longe deste modelo idealizado por ele, e nem quero chegar nele, e uma pena que ele seja tão dependente dos padrõs das revistas de moda. Como cavalo com olheira, sabe? No ponto que ele pode ficar interessado por uma menina que não se enquadre nesta descrição, mas ela não vai conseguir nada além de uma noite pois justamente, ela não é o tipo que ele quer.

Acho uma pena ele ser apegado a esterótipo manequim deste jeito. Ele arruma namorada perto deste padrão, mas o relacionamento nunca dura. Não porque elas vão embora, em geral ele some ou faz tudo para que tudo acabe logo para ficar livre. Fica até apaixonado e quer ter uma relação durável com alguém, mas adora cair na gandaia SEM a namorada. Noitadas e noitadas com amigos, bebida e "algo mais" é o que ele gosta. E algumas noites com a namorada.

Namorar esse cara é pedir para sofrer. Haverão saídas noturnas com ele e os amigos dele, mas ele também vai sair sem ela. Haverão finais de semana românticos só os dois, viagens de férias para lugares bacanas, mas ele também desaparecerá um final de semana inteiro com amigos, saindo de moto sem destino, também viajará com os mesmos amigos para longe e de preferência para um lugar onde a night é agitada.

E quando a moça não agüenta mais a situação, ele não compreende porque ficou sozinho, ou diz que ela não o compreende e termina o namoro. Diz para a atual que não dá mais porque ele quer e precisa respirar.

Resumindo, é um cara moreno e gostoso, mas do qual não se deve esperar nada além de uma semana ou mês de namoro. Para quem quer só farra está 10, mas para quem quer algo mais, é sofrimento na certa.

Era isso aí. Eu só queria falar que conheço um moço pedaço de mau caminho, mas não quero apresentar para nenhum amiga. Ou então eu descrevo o personagem em detalhe e ela que se vire se estiver interessada!!

Alguma candidata?

Ps: Não, não esotu interessada pelo menino. Eh post para criar polêmica, mas não é minha intensão.

Um comentário:

Ana Lucia disse...

Jussara peloamordedeus eu tô morrendo de rir desse post ha ha ha ! Acho até que vou roubar e botar o link pra ca, porque esse personagem que você descreve quem não conhece ? :-) Beijocas.